Renato renova contrato com Santos

O Santos anunciou nesta terça-feira a renovação do contrato do volante Renato por mais um ano e vai apresentar nesta manhã de quarta-feira outro reforço: o volante Claiton, adquirido junto ao Internacional de Porto Alegre. Por outro lado, as negociações com o goleiro Doni, do Corinthians, evoluíram, mas há ainda algumas complicações que estão aborrecendo o técnico Emerson Leão, que deu um prazo de 48 horas para o goleiro definir sua situação. Leão interrompeu a entrevista coletiva para atender em seu celular o presidente Marcelo Teixeira, que estava retornando da capital onde definiu as bases do novo contrato com o procurador de Renato, Cláudio Guadagno. Logo que desligou, o treinador confirmou a renovação, satisfeito com a notícia. "Eu tinha confiança de que seria resolvido. Todos renovaram e outros foram contratados, o que demonstra a preocupação de melhorar o Santos." Renato treinou normalmente e, já em seu carro, falou durante mais de 20 minutos com Cláudio Guadagno. Depois, informou pelo assessor de imprensa que só iria falar nesta quarta-feira com os jornalistas. Ele saiu pelo portão dos fundos do CT Rei Pelé e acabou parando mais à frente para dar autógrafos. Foi, então, abordado pelos repórteres e não teve como escapar da entrevista. "Vou conversar com o procurador, mas a intenção é ficar no Santos", disse ele em sua primeira entrevista desde que entrou em férias, no mês passado. No meio dos torcedores, ele disse que "é importante esse carinho, a gente sente o apoio da torcida e espero agradecer permanecendo mais uma temporada no Santos". Uma repórter insistiu. "O presidente ligou para o Leão no meio da entrevista e ele confirmou...". Renato sorriu e respondeu: "O Leão é muito confiante, tem um otimismo em tudo o que faz e espero também que dê tudo certo." E adiantou que sua resposta definitiva só será dada nesta quarta-feira, descartando a possibilidade da assinatura do novo contrato nesta quarta-feira à noite. Reforços - O volante Claiton será apresentado nesta quarta-feira pela manhã no CT Rei Pelé e o ciclo de contratações do Santos ainda não está encerrado. O goleiro Doni, do Corinthians, está próximo da Vila Belmiro. Já acertou com os dirigentes, mas o problema está com a Hicks Muse - empresa dona do passe do jogador - e outros parceiros em seu vínculo. Leão elogiou o jogador, mas deu um prazo de 48 horas para ele se definir. "Caso contrário, há dois outros excelentes goleiros em vista." O treinador revelou que não conhece Doni. "Nunca conversei com ele, mas conheço o seu futebol o suficiente para fazer a indicação de seu nome." E Leão comentou também que a camisa de titular terá se ser disputada pelos três goleiros do clube. "Aqui ninguém vem com camisa premiada, é preciso demonstrar capacidade para ser titular."

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.