Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Renato vê conversa em intervalo definir triunfo do Grêmio

Vitória sobre o Fluminense por 2 a 0 deixa o time no sétimo lugar no Campeonato Brasileiro

AE, Agência Estado

29 de julho de 2013 | 11h24

PORTO ALEGRE - O técnico Renato Gaúcho acredita que uma conversa com os jogadores no intervalo do duelo deste domingo, diante do Fluminense, em Porto Alegre, definiu a vitória do Grêmio por 2 a 0. O resultado obtido em casa levou o time ao sétimo lugar do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos, e teve seu peso exaltado pelo comandante.

"A gente estava assistindo o Fluminense jogar, no intervalo eu corrigi isso. Acertamos a marcação no intervalo, adiantei um pouco mais a equipe e cada um praticamente não deixou o Fluminense jogar. Eles estavam tendo tanta liberdade para pensar nas jogadas e no momento em que não deixamos mais eles pensarem, nossa equipe cresceu e por isso conquistamos mais três pontos diante de mais uma boa equipe neste Brasileirão", analisou o comandante.

O treinador, porém, alertou que é preciso ter uma atuação mais constante durante os 90 minutos e disse que isso será importante ocorrer no duelo desta quarta-feira, diante do Corinthians, no Pacaembu, pela 10.ª rodada do Brasileirão.

"Estou gostando muito do empenho dos jogadores. Mas não podemos dar espaço para o adversário como demos no primeiro tempo. Falei isso no intervalo. Não dá para assistir o adversário jogar. Eu quero que isso (a entrega na marcação) aconteça para o próximo jogo", projetou Renato.

No confronto desta quarta, o técnico contará com o retorno do volante Matheus Biteco e do atacante Vargas, que cumpriram suspensão diante do Fluminense. Curiosamente, Riveros e Kleber, substitutos destes dois jogadores, fizeram os gols gremistas no último domingo e assim aqueceram a disputa por uma vaga no time titular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.