Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Renda recorde do Flamengo no Maracanã é a terceira maior da história entre clubes

Clube tem arrecadação bruta de R$ 8.150.645,00 e só fica atrás de duas partidas disputadas em 2013 no Brasil

Redação, O Estado de S. Paulo

24 de outubro de 2019 | 00h09
Atualizado 24 de outubro de 2019 | 11h15

Os 63.409 pagantes que foram ao Maracanã para assistir à goleada do Flamengo sobre o Grêmio por 5 a 0, nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, pela Copa Libertadores, geraram uma renda bruta de R$ 8.150.645,00, a terceira maior de clubes no País na história. A arrecadação só fica atrás de outras duas partidas que foram realizadas em 2013.

A liderança do ranking de renda em confrontos de clubes ainda é do duelo entre Atlético-MG e Olimpia, pela final da Copa Libertadores, quando o time brasileiro venceu por 2 a 0. O jogo foi disputado no Mineirão, em Belo Horizonte, em 24 de julho de 2013. Na ocasião, a arrecadação foi superior a R$ 14 milhões para um público de 56.557 pagantes.

Na segunda posição da lista está a partida entre Flamengo e Athletico-PR, com vitória do time carioca por 2 a 0. O duelo, válido pela final da Copa do Brasil de 2013, foi disputado em 27 de novembro daquele ano e gerou uma renda de R$ 9,7 milhões para um público de 57.991 pagantes no estádio no Rio de Janeiro.

Antes da partida entre Flamengo e Grêmio que valia vaga na final da Libertadores já existia a expectativa de que a renda seria bem grande, por volta de R$ 7 milhões. Os ingressos estavam esgotados havia um mês, mas a arrecadação final superou em mais de R$ 1 milhão as projeções iniciais.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.