Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Renê pede mais efetividade ao Flamengo no duelo contra a Chapecoense

Após duas derrotas seguidas, time rubro-negro joga neste sábado, no Maracanã

Estadão Conteúdo

07 Setembro 2018 | 21h14

O lateral-esquerdo Renê concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, na véspera do duelo do Flamengo com a Chapecoense, no Maracanã, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após duas derrotas seguidas na competição, o jogador pediu mais efetividade ao time rubro-negro.

"Temos tido chances, mas precisamos acertar o pé e o último passe. Precisamos ser mais efetivos, decisivos no último terço do campo. É difícil quando, por exemplo, o Ceará coloca 10 caras dentro da área. Mas sabemos que isso vai acontecer, e temos que trabalhar. O professor vem conversando e acertando isso. Acredito que esse momento ruim, a partir de amanhã (sábado), vai embora", disse.

Devido ao mau momento na competição, o Flamengo caiu na tabela e agora está a cinco pontos dos primeiros colocados, Inter e São Paulo, respectivamente. O lateral também justificou a queda de rendimento à evolução dos adversários.

"Eles começaram a estudar muito a gente, e a nossa equipe é única no Brasil que impõe o ritmo onde quer que jogue. Isso ajuda os adversários a estudar a nossa maneira de jogar. Estamos procurando mudar um pouco, fazer coisas novas. Temos tudo para voltar para o topo da tabela. Só depende do nosso trabalho."

Para o duelo em Chapecó, o técnico Mauricio Barbieri não contará com o volante Lucas Paquetá, que está na seleção brasileira. Willian Arão deve ser o substituto. A boa notícia fica pelos retornos do zagueiro Réver e do meia Diego, que estavam suspensos.

"A gente sabe da história desses dois jogadores. São líderes, caras que têm comando dentro de campo. Conversam bastante e nos ajudam. Eles têm grande importância para o time estão de volta. Esperamos fazer, todos juntos, um grande jogo para conseguir a vitória e os três pontos", disse Renê.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.