Renê quer conhecer melhor a seleção

Pelo menos nesta primeira semana de treinamento, a principal preocupação do técnico da seleção brasileira feminina de futebol, Renê Simões, foi conhecer melhor as jogadoras. Desde segunda-feira reunido com o grupo na Granja Comary, em Teresópolis, o treinador deixou os treinos táticos em segundo plano para aplicar exercícios físicos e aprimorar a forma do elenco."Nós temos um objetivo que é o de conquistar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, mas, primeiro, precisamos nos conhecer", disse Renê Simões, após o treino desta quinta-feira, realizado sob intensa chuva. "A nossa desvantagem em relação às outras seleções está justamente na preparação física, porque técnica e habilidade temos de sobra."Sobre a parte tática da seleção, Renê Simões tem feito reuniões com as jogadoras, em que aborda o tema. Posicionamento em campo e a função individual de cada uma dentro do time, aos poucos, vão sendo discutidas e, por enquanto, somente estão sendo praticadas na teoria."Não tenho pressa, porque teremos tempo para trabalhar o grupo taticamente. Vamos começar com calma, mas se precisasse escalar uma equipe para um jogo amanhã não teria problemas", contou o técnico da seleção. "É claro que vou procurar manter as características do futebol brasileiro e armar um time ofensivo, dentro da formação 4-4-2." No treino desta quinta-feira, Renê Simões pôde contar pela primeira vez com o grupo completo de 25 jogadoras. A novidade do dia foi a chegada da zagueira Aline Pelegrino, do Palmeiras. Aos 21 anos, a atleta chegou à seleção após ser indicada pelo seu técnico no clube paulista, Marcelo Frigério.

Agencia Estado,

11 de março de 2004 | 17h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.