Divulgação
Divulgação

René Simões elogia atuação de Renan, mas reclama do gramado

Botafogo bateu a Cabofriense neste domingo pelo placar de 1 a 0

Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 09h57

O Botafogo sofreu para vencer a Cabofriense, por 1 a 0, domingo à tarde, em Macaé, graças a gol solitário do meia-atacante Sassá. O resultado, entretanto, só foi garantido por conta da grande atuação do goleiro Renan, que substitui Jefferson enquanto o titular serve à seleção brasileira. Após a partida, o técnico René Simões elogiou a atuação do reserva, mas relacionou as dificuldades encontradas pelo time alvinegro na partida à condição ruim do gramado do estádio Moacyrzão.

"O Renan foi o grande nome do jogo, mas não me surpreende. Em todos os jogos-treino ele foi muito bem, com comando firme. O Renan tem um professor muito bom (o goleiro Jefferson), e hoje o professor dele deve estar muito feliz recebendo essas notícias", comentou René.

Se o goleiro teve grande atuação é porque os companheiros deram posse de bola e espaço aos rivais. Para o treinador, o gramado é o culpado. "Não se pode ter bom futebol com esse campo. Grama muito alta, parece de 30 anos atrás. Nosso time teve dificuldade de pegar o tempo da bola por causa da grama muito alta, tivemos dificuldades de adaptação"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.