René Simões espera ter Jefferson no jogo de volta da final do Carioca

Submetido a uma artroscopia no joelho direito há dez dias, Jefferson ainda não sabe quando será liberado pelo departamento médico do Botafogo para voltar a defender o time, mas o técnico René Simões afirmou nesta segunda-feira que tem esperança em poder contar com o goleiro no confronto de volta da decisão do Campeonato Carioca, no próximo dia 3 de maio, contra o Vasco.

Estadão Conteúdo

20 de abril de 2015 | 21h08

O treinador fez questão de elogiar o atual reserva da posição, Renan, que brilhou na disputa por pênaltis que levou o time alvinegro à decisão, no último sábado, no Engenhão, diante do Fluminense. Entretanto, René deixou claro que não abriria mão de escalar o titular do gol da seleção brasileira na partida que valerá o título.

"Acho que vai dar (para o Jefferson jogar no dia 3). Se não der, não tem problema algum, o Renan tem nossa total confiança. Mas a presença do Jefferson tem um peso muito grande. A presença dele é muito significativa, ele tem estado nos vestiários, dando força aos companheiros", ressaltou o comandante, em entrevista ao canal FOX Sports.

René ainda lamentou nesta segunda-feira o fato de que os dois jogos da final do Carioca deverão ser confirmados para o Maracanã, como já indicou a Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj). Ele lembrou que o clube lucrou ao ter atuado com o Fluminense no Engenhão no último sábado, no duelo de volta da semifinal. "Se nós tivéssemos posto 25 mil pessoas no Maracanã, o Botafogo não teria ganho o mesmo dinheiro que ganhou com as 16 mil pessoas que foram ao Engenhão... Se pudesse, queria disputar uma das partidas da final no Engenhão", enfatizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.