René Simões exalta reação do Botafogo contra o Figueirense

René Simões destacou a boa reação do Botafogo diante do Figueirense, ao fim da partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira. O treinador, que não se abalou com a derrota parcial por 2 a 0 no primeiro tempo, fez elogios ao setor ofensivo da sua equipe, que buscou o empate.

Estadão Conteúdo

21 de maio de 2015 | 10h17

"É difícil o Botafogo passar em branco em algum jogo. Os jogadores sabiam que uma hora o gol ia sair. Essa é nossa característica", comentou o treinador, referindo-se à boa sequência de jogos da equipe nesta temporada. O Botafogo não terminava um jogo sem marcar gol desde o primeiro jogo da final do Carioca, contra o Vasco, no dia 26 de abril - perdeu de 1 a 0.

Mesmo sem se assustar com o bom início de jogo do Figueirense, em Florianópolis, Simões fez elogios ao rival. "É uma equipe que está na primeira divisão e tem uma característica de seu treinador. O Argel [Fucks] sempre foi assim, muito competitivo. Ele usava tudo em campo e no banco usa tudo o que pode. O Figueirense é forte, mas nós mostramos não sermos menos fortes do que eles", afirmou.

Na avaliação do técnico do Botafogo, o resultado parcial na etapa inicial foi injusto. "No primeiro tempo poderíamos ter feito pelo menos três gols. Foi um bom jogo. Gostei da equipe", avaliou, satisfeito também com as alterações no time. "Demos ritmo a alguns jogadores que não vinham jogando. O Henrique foi bem, apesar dos gols perdidos, o Luis Ricardo, o Airton, o Emerson."

A partida da volta será disputada somente na metade de julho, em data ainda a ser definida, no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoRené Simões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.