Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

René Simões quer um Jobson mais aplicado no Botafogo em 2015

Além dos problemas de comportamento, atacante sofreu neste ano com imbróglio que começou quando ainda atuava na Arábia Saudita

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2014 | 19h17

O atacante Jobson terá de mostrar serviço para se manter no Botafogo na temporada de 2015. O novo técnico do time, René Simões, vai exigir comprometimento do jogador, com o qual já trabalhou em 2011, no Bahia.

Após se envolver em várias polêmicas e até mesmo ser flagrado no doping por uso de entorpecentes, Jobson retornou ao Botafogo no fim deste ano para tentar recuperar a sua carreira.

"Não estou me preparando para o Jobson, ele é que tem se preparar para trabalho. Se trabalhar, vai ficar. Se não, vai rodar, como aconteceu no Bahia", alertou René Simões, em entrevista nesta segunda-feira à rádio Bradesco Esportes. "O Botafogo não é clínica de recuperação. O Jobson e qualquer jogador têm que respeitar a camisa, a torcida e o trabalho", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoJobsonRené Simões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.