Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

René Simões revela conversa que aliviou pressão sobre Botafogo

Técnico bateu papo com o grupo no vestiário do jogo com o Tigres

Estadão Conteúdo

12 Março 2015 | 10h00

René Simões revelou na noite desta quarta-feira que a derrota para o Fluminense, no fim de semana passado, quase sabotou o rendimento do Botafogo contra o Tigres. O treinador precisou ter uma conversa com o jovem grupo botafoguense no intervalo da partida para "apagar" a decepção de domingo e renovar a confiança do elenco, que venceu o Tigres por 3 a 0, no Engenhão.

"No primeiro tempo, estávamos com o peso da derrota para o Fluminense nas costas. Eu sabia que isso poderia acontecer e trabalhamos bem isso", contou o experiente treinador. "É difícil encaixar essa questão com uma equipe tão nova. Na conversa do intervalo falei que o jogo do Fluminense já tinha acabado e que deveriam esquecer esse peso. Falei para pensarmos no Tigres."

A conversa deu resultado imediato porque Renan Fonseca abriu o placar logo aos 3 minutos da segunda etapa. Depois Jobson, aos 30, e Gilberto, aos 35, sacramentaram a vitória. Foi o primeiro gol do lateral com a camisa do Botafogo. "É muita felicidade. Minha mãe não deixa nem eu falar que ela fica lá em cima gritando o meu nome e fico muito feliz com isso", disse Gilberto.

O lateral de 22 anos dedicou o gol a sua avó, com problemas de saúde. "Infelizmente estou com a minha avó Rosália internada no hospital e quero dedicar esse gol pra ela, que está passando por um momento difícil", declarou Gilberto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.