Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

René vê problemas em atuação do Botafogo, mas celebra vitória

Técnico sai de campo satisfeito com mais uma vitória por placar elástico, mas reclama da postura da equipe na primeira etapa

Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2015 | 09h41

O Botafogo chegou à liderança do Campeonato Carioca com a vitória por 3 a 0 sobre o Friburguense na última quarta-feira. Foi o terceiro triunfo seguido da equipe, que nestas partidas marcou 10 gols e não sofreu nenhum. Ainda assim, René Simões viu defeitos na atuação de quarta e criticou principalmente a postura do primeiro tempo.

"Não vou balizar minha próxima conversa com os jogadores nos 3 a 0, mas em cima dos indicadores que já recebi: poucos passes, predominância do adversário no primeiro tempo, perdemos a segunda bola, o camisa 10 e o camisa 8 do Friburguense tendo espaço para jogar", disse.

René, no entanto, deu um desconto aos jogadores e avaliou que o Botafogo foi prejudicado pelo estado do gramado no Eduardo Guinle. "Nossa zaga tomou três bolas nas costas que não costuma tomar porque achou que a bola bateria na grama e correria para fora, mas ela prendia no campo. Isso nos obrigou a sair direto com o Jefferson, porque a bola ficava lenta. Eu não gosto disso, não é o jogo do Botafogo. Então tivemos de fazer alguns ajustes no intervalo para ganharmos a segunda bola."

Apesar das críticas, o treinador sabe que o importante neste momento é conseguir vitórias. "São duas coisas diferentes. Os resultados garantem o emprego meu e de qualquer treinador. Já os desempenhos do time balizam o meu trabalho", comentou. "Enquanto estiver ganhando, estou empregado. Quando o time perde, eu corro risco. Por ora estou empregado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.