Lindsey Parnaby/AFP Photo
Lindsey Parnaby/AFP Photo

'Renovação de Firmino é a primeira de muitas no Liverpool', diz Klopp

"É uma notícia incrivelmente importante para nós. Muito legal. Este é um passo muito importante para nós", disse o técnico Jurgen Klopp

Estadão Conteúdo

01 Maio 2018 | 13h58

O atacante brasileiro Roberto Firmino renovou seu contrato com o Liverpool no último domingo. Para o técnico Jürgen Klopp, outros jogadores importantes do elenco seguirão o exemplo do brasileiro e também estenderão seus vínculos com o clube inglês, que decide com a Roma uma vaga à final da Liga dos Campeões nesta quarta-feira.

+ Klopp diz que Liverpool já fez história e pede pés no chão contra a Roma

"É uma notícia incrivelmente importante para nós. Muito legal. Este é um passo muito importante para nós. Absolutamente. Mas até o Roberto não pode jogar sozinho", disse. "No momento em que todo jogador conhece nossos planos. Ele é o primeiro, mas com certeza ele não será o último", considerou Klopp.

Firmino tinha contrato até 2020. Pelo novo vínculo, sem duração divulgada pelo clube, o brasileiro deve receber um aumento salarial em razão do forte crescimento no time. O brasileiro vem ganhando cada vez mais espaço na equipe desde a chegada do técnico Jürgen Klopp.

Segundo a imprensa inglesa, o clube inglês está próximo de firmar novos vínculos com o senegalês Sadio Mané e o egípcio Mohamed Salah. Eleito melhor jogador do Campeonato Inglês e assediado por grandes clubes, Salah pode ter seu salário dobrado para permanecer no clube inglês.

Mané, Salah e Firmino formam um dos trios ofensivos mais letais do futebol mundial. O trio foi responsável por 28 dos 38 gols do Liverpool nesta edição da Liga dos Campeões. Firmino e Salah têm 10 gols e Mané, oito, na competição. Os três estão confirmados para enfrentar a Roma nesta quarta-feira, na Itália, no jogo de volta da semifinal da Liga dos Campeões. Na ida, na Inglaterra, o time do técnico Jürgen Klopp venceu por 5 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.