Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

'Renovado', Muricy chega ao Flamengo após estágio no Barcelona

Técnico está recuperado dos problemas de saúde

O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2015 | 11h31

Muricy Ramalho está de volta ao trabalho. Com a reeleição de Eduardo Bandeira de Mello na presidência do Flamengo, a chegada do ex-técnico do São Paulo à Gávea foi sacramentada. Ele volta a comandar uma equipe desde que deixou o próprio clube paulista por conta de problemas de saúde.

A saída do São Paulo aconteceu em 6 de abril deste ano, um dia após a derrota por 2 a 0 para o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista. À época, o treinador, apesar de sofrer críticas sistemáticas dentro e fora do clube, teria tomado a decisão em comum acordo com a diretoria.

Ele havia chegado ao Morumbi em 12 de setembro de 2013, quando a equipe lutava para não cair no Campeonato Brasileiro. Sua identificação com o clube, sua autoridade para cobrar os jogadores e seu bordão 'Aqui é trabalho' acabaram sendo o trunfo para o time se livrar com folga do rebaixamento naquele ano e, de quebra, conquistar o vice-campeonato brasileiro em 2014.

Em 109 jogos na sua terceira passagem pelo São Paulo, Muricy acumulou 58 vitórias, 22 empates e 29 derrotas. Oito meses e um dia depois do último adeus, o treinador agora é anunciado no Flamengo. Neste período, o técnico se recuperou dos problemas que vinham atrapalhando sua saúde e até fez um 'estágio' com o técnico Luis Enrique no Barcelona por intermédio de Neymar, seu ex-comandado da época de Santos.

Segundo Muricy, que falou no Prêmio Bola de Prata já como técnico do Flamengo, a política de austeridade financeira e de compromisso fiscal da atual gestão foram diferenciais para aceitar o desafio: "O Flamengo é grande, quem não quer dirigir o Flamengo? Por isso que aceitei esse desafio. É um gigante do futebol mundial, tem uma gestão profissional e muito séria. Um time forte em títulos e também na sua estrutura, que chamou a minha atenção."

'Renovado', Muricy Ramalho chega ao Flamengo aos 60 anos de idade e quatro Brasileiros no currículo como treinador: três pelo São Paulo e um pelo Fluminense. Pelo Santos, ainda conquistou a Copa Libertadores em 2011. Sua apresentação na nova casa está programada ainda para esta terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.