Rodrigo Jiménez / EFE
Rodrigo Jiménez / EFE

Repleta de desfalques, Espanha é convocada para encarar a Inglaterra

Bartra,Koke e Paco Alcácer voltam a receber oportunidades; Jonny Oto é convocado pela primeira vez

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2018 | 11h50

O técnico Luis Enrique realizou nesta quinta-feira sua segunda convocação à frente da seleção espanhola. Ele teve trabalho para montar uma lista de 23 nomes devido ao número de desfalques por lesão. Diego Costa, por exemplo, está fora do amistoso diante do País de Gales e do duelo com a Inglaterra pela Liga das Nações da Uefa.

Convocado na primeira lista de Luis Enrique, Diego Costa foi dispensado na ocasião por causa do nascimento de seu filho. Na última quarta-feira, ele foi observado no Estádio Wanda Metropolitano pelo treinador na vitória do Atlético de Madrid sobre o Brugge, pela Liga dos Campeões. Mesmo assim, o comandante espanhol preferiu não confirmar se o atacante estaria na lista caso não tivesse sentido um problema muscular: "Depois que ele se contundiu, não importa mais".

Mas Diego Costa não será o único desfalque da Espanha para estas partidas. O lateral Carvajal e o meia Isco, ambos do Real Madrid, também foram deixado de fora por causa de problemas físicos. Se juntam à lista o meia Sergi Roberto, do Barcelona, e o zagueiro Iñigo Martínez, do Athletic Bilbao.

"Eu realmente lamento não ter todos estes jogadores por causa de lesões, mas o lado bom é que isso permite darmos oportunidades para outros jogadores mostrarem o que podem fazer. Isso cria competição no grupo, que é algo que eu gosto", considerou Luis Enrique.

De fato, para a vaga destes desfalques, o treinador promoveu novidades. O zagueiro Bartra, do Betis, o meio-campista Koke, do Atlético de Madrid, e o atacante Paco Alcácer, do Borussia Dortmund, voltaram a ser lembrados. Já o lateral-esquerdo Jonny Otto, do Wolverhampton, recebeu a primeira chance na seleção.

Apesar dos desfalques, a Espanha seguirá tendo alguns dos seus principais nomes, como De Gea, Sergio Ramos, Sergio Busquets, entre outros. O duelo com o País de Gales está marcado para a próxima quinta, em Cardiff. Quatro dias mais tarde, a seleção encara a Inglaterra em Sevilha.


Confira a convocação da seleção espanhola:

Goleiros: David De Gea (Manchester United), Kepa Arrizabalaga (Chelsea), Pau Lopez (Betis).

Defensores: Marc Bartra (Betis), Cesar Azpilicueta (Chelsea), Raul Albiol (Napoli), Jonny Otto (Wolverhampton), Nacho Fernandez (Real Madrid), Sergio Ramos (Real Madrid), Marcos Alonso (Chelsea), Jose Luis Gaya (Valencia).

Meio-campistas: Sergio Busquets (Barcelona), Koke (Atlético de Madrid), Rodri (Atlético de Madrid), Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid), Thiago Alcântara (Bayern de Munique), Dani Ceballos (Real Madrid).

Atacantes: Paco Alcácer (Borussia Dortmund), Marco Asensio (Real Madrid), Álvaro Morata (Chelsea), Iago Aspas (Celta de Vigo), Suso (Milan), Rodrigo (Valencia).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.