Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Repórter Romeu César morre vítima do novo coronavírus aos 59 anos

Com passagem pela Rádio Globo, ele estava internado havia 20 dias e contraiu a doença junto com a mulher

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2020 | 16h21

O jornalista esportivo Romeu César morreu na madrugada desta quarta-feira, vítima da covid-19. Ele estava com 59 anos. Romeu passou quase um mês internado na Santa Casa de Valinhos, interior de São Paulo. Repórter com passagem principalmente pela Rádio Globo na década de 1990, ele havia se afastado do jornalismo nos últimos anos e trabalhava na cidade de Franca como representante comercial.

Romeu César iniciou a carreira em Franca em jornal. Mas se apaixonou por rádio. Não demorou para entrar na Rádio Difusora. Após trabalhar no Paraná, ele despontou na Rádio Brasil, de Campinas, e depois acabou contratado pela Rádio Globo. Foram 20 anos na empresa. Entre os colegas de trabalho, ficou conhecido pelo apelido de Fera. Após deixar a emissora, ainda atuou no ramo da comunicação como assessor político.

Antes de morrer, o jornalista passou 20 dias internado em um leito ao lado da mulher, Rosangela, que também teve covid-19. No entanto, a situação de Romeu se agravou. Além da viúva, ele deixa duas filhas, Luise e Elise, e quatro netos. Em sua conta no Twitter, o narrador da Globo, Everaldo Marques, lamentou a perda do amigo. "Mais uma vítima da covid: nos deixou o repórter Romeu César, um dos grandes nomes da equipe que eu ouvia nos anos 80/90 na Rádio Globo de São Paulo. Tristeza. Que Deus conforte e ilumine a família. E quanto a nós, sigamos nos cuidando, não importa o que irresponsáveis digam", escreveu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.