Reserva, Belletti teme não ir à Copa

A reserva no São Paulo preocupa Belletti. Primeiro porque ficar no banco representa desprestígio no clube. Mas, pior do que isso, pode significar afastamento também da seleção brasileira. A perspectiva de ?ser esquecido? por Felipão nas próximas convocações o atormenta, a ponto de pensar em decisões radicais.?Se por acaso eu ficar fora de futuras listas, tenho até medo de pensar na possibilidade de largar tudo?, desabafou o lateral-direito, nesta segunda-feira à tarde, na volta aos treinos, depois da vitória de 4 a 2 sobre o Flamengo no Rio-São Paulo.?Desde agosto de 2000, tenho sido lembrado e não gostaria de perder oportunidade justamente perto da Copa?, reconheceu o ex-titular, que assistiu ao jogo de domingo do banco, perto de Nelsinho.A esperança de Belletti, pelo menos no que se refere à seleção, seria a ?coerência? do treinador. Em sua avaliação, Felipão não abre mão dos jogadores nos quais confia. ?Espero que seja assim também comigo?, admitiu.A angústia de Belletti não parece impressionar Nelsinho. O treinador do São Paulo rebateu o desabafo do atleta sem demonstrar inquietação. Antes, mandou recado bem claro. ?A primeira preocupação dele tem de ser com o São Paulo?, avisou. ?Depois, vem a seleção?, observou, para emendar em seguida. ?Se eu chegar à conclusão de que o Gabriel está melhor, não haverá motivos para novas alterações.?Nelsinho não parece disposto a mexer no time para o jogo de quarta-feira ? mas que pode passar para quinta-feira ? contra o Treze. Isso significa que Reinaldo deve continuar fora, como ocorreu na partida no Maracanã. Desfalque certo, no entanto, é Maldonado. O volante chileno foi expulso na derrota em Campina Grande e cumpre suspensão. Com isso, é possível que Fábio Simplício e Lúcio Flávio atuem no meio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.