Reservas do Atlético-MG treinam para pegar o Santos e Robinho faz exames

O Atlético Mineiro vai utilizar uma equipe reserva para encarar o Santos, sábado, às 18h30, no Independência, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Após atuar com força máxima em seis partidas seguidas, chegou a hora de poupar os titulares. Tudo pensando no jogo de volta pelas quartas de final da Libertadores, quarta-feira que vem, contra o São Paulo.

Estadão Conteúdo

12 de maio de 2016 | 18h45

Nesta quinta à tarde, um dia depois da derrota por 1 a 0 no Morumbi, os titulares alvinegros fizeram apenas um trabalho regenerativo. O restante do elenco participou de um treino tático, reforçado por garotos do time júnior. Cazares, cortado do banco de reservas na Libertadores, treinou normalmente.

Pelo que esboçou nesta quinta, deve escalar: Uilson (Giovanni); Gabriel (Carlos Cesar), Tiago, Edcarlos e Yago; Lucas Cândido, Eduardo, Carlos Eduardo e Cazares; Pablo e Clayton. O atacante Carlos, que deixou a final do Campeonato Mineiro com dores e nem viajou a São Paulo, também não deve jogar no sábado.

Ele pode vir a ser necessário para o time titular porque, no Morumbi, foi Robinho que saiu machucado. O jogador sentiu uma fisgada na coxa esquerda e, de acordo com o Atlético, será avaliado por meio de exames de imagem. Júnior Urso e Rafael Carioca não pegam o São Paulo, por suspensão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.