José Patrício/Estadão - 05/01/2015
José Patrício/Estadão - 05/01/2015

Reservas do Corinthians comemoram empate

Time soube suportar a pressão do adversário fora de casa

O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2015 | 07h00

Os jogadores reservas do Corinthians saíram do empate por 2 a 2 com o XV de Piracicaba, quarta-feira, no estádio Barão de Serra Negra, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista, com a sensação de dever cumprido. Mesmo sem entrosamento e ritmo de jogo, a equipe conseguiu ampliar a invencibilidade do time para 23 jogos.

“Conversamos antes do jogo e sabíamos da responsabilidade de manter o nível do grupo principal. Fizemos isso muito bem. Estamos muito felizes, o grupo se mostra muito forte e tenho certeza de que vamos muito bem preparados”, disse o meia Petros.


Nos minutos finais da partida, depois do gol de empate marcado por Paulinho, aos 36, o time chegou a ser sufocado pelo XV, mas suportou a pressão. A equipe também reagiu bem ao primeiro gol, na etapa inicial, e virou o placar em cinco minutos.

O Corinthians enfrentará a Ponte Preta, nas quartas de final. A definição sobre a data e o horário da partida sairá nesta quinta-feira, em reunião do Conselho Arbitral, na sede da Federação Paulista de Futebol. A única certeza é que será no Itaquerão. “Fizemos a melhor campanha e ainda assim pegamos o melhor segundo”, lamentou Petros.

Diante da Ponte Preta, voltam os titulares. Na partida contra o XV de Piracicaba, Tite poupou jogadores até do banco. O treinador levou apenas cinco jogadores para ficar na reserva. Sete titulares ficaram em São Paulo e, inclusive, treinaram em dois períodos no CT do Parque Ecológico.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.