Luiz Pires/Divulgação
Luiz Pires/Divulgação

Reservas do São Paulo comemoram chance de jogar no Brasileirão

Nem o goleiro Rogério Ceni foi relacionado; foco do clube é a Sul-Americana

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2012 | 16h29

SÃO PAULO - Os 11 titulares do São Paulo sequer foram relacionados para a partida deste domingo, contra a Ponte Preta, em Campinas. Nem o "fominha" Rogério Ceni vai para o jogo. Com o foco do clube voltado para a Copa Sul-Americana, os reservas terão a chance de mostrar serviço no Campeonato Brasileiro e convencer Ney Franco de que merecem mais regularidade no time.

Para Cañete, por exemplo, a expectativa é pela primeira atuação como titular. O argentino de 22 anos estreou em setembro do ano passado, jogou poucos minutos em duas partidas, se lesionou, e só agora poderá ter nova chance.

"Estou pronto para jogar, quero pegar ritmo de jogo. Está chegando o fim do ano e quero terminar bem 2012. Se o Ney Franco me der uma chance, vou estar preparado e concentrado para fazer o meu melhor com a camisa do São Paulo", disse Cañete. "Quero voltar a jogar, vestir essa camisa e ajudar o São Paulo", completou.

Depois de até ser titular no ano passado, o lateral-esquerdo Henrique Miranda perdeu espaço no clube. Neste Brasileirão, só foi para o banco uma vez mesmo sendo o reserva direto de Cortez. Seguidamente foi emprestado ao sub-20. Por falta de opção, ele deve jogar contra a Ponte Preta e está animado.

"Chegou a oportunidade que eu queria e agora é entrar focado, fazer um bom jogo para no ano que vem receber outras chances do Ney Franco. Já avisei toda minha família, mãe, pai, namorada, que vou jogar (risos)", disse o garoto de 19 anos. Mas ele precisará fazer uma partida histórica para ficar no clube em 2013. Ney Franco até já disse que uma das prioridades é a contratação de um lateral-esquerdo reserva. Henrique Miranda deve ser emprestado.

Já Willian José sabe que não vai ficar em 2013. Seu caminho deverá ser o Santos, mas mesmo assim - e principalmente por falta de opções - o garoto, que fez 21 anos nesta sexta, vai ser titular diante da Ponte. "Vou ter mais essa oportunidade na equipe e espero fazer gols como fiz em outros jogos. Seria um grande presente de aniversário para mim", ressaltou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.