Divulgação
Divulgação

Reservas do São Paulo fecham primeira fase contra Botafogo

Tricolor poupa titulares para dar ritmo ao grupo e montar grupo para o segundo semestre

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

21 de março de 2014 | 18h00

SÃO PAULO - Dizer que a partida contra o Botafogo neste domingo, às 16 horas, no estádio Santa Cruz, não tem nenhum valor para o São Paulo seria errado. Mesmo garantido na primeira posição do Grupo A, os jogadores entrarão em campo de olho não no resultado, mas sim no futuro. Muricy Ramalho dá uma chance para que os reservas mostrem valor e carimbem a permanência no restante da temporada.

O treinador já avisou os atletas de que a performance de cada um será observada para a montagem do time para o Campeonato Brasileiro. Com isso, espera não só que o grupo supere a elementar falta de entrosamento como mostre resiliência e gana para se garantir no grupo. "Para mim é importante o agora porque preciso fazer onbservações e saber se posso contar com eles o ano todo, que será muito duro", afirmou o treinador.

A iniciativa também visa a preservação dos titulares antes da reta final do Estadual, que se inicia na quarta-feira contra o Penapolense. Daí em diante o Tricolor não terá condições de dar um descanso aos atletas e Muricy espera ter todos em boas condições físicas e sem lesões musculares.

Como estabeleceu o sistema de rodízio no elenco e tem estimulado a disputa por posições, o treinador conseguiu desenvolver um ambiente competitivo. Por isso, os jogadores que ganharão uma chance só pensam em mostrar serviço para agradar o chefe e ganhar mais espaço. "É importante ter essa disputa. Claro que tem os 11 titulares, mas é claro que precisa ter o grupo para quando ter a oportunidade, mostrar serviço e fazer valer essa disputa", explicou João Schmidt.

Para evitar maiores riscos, Muricy mandará a equipe no 3-5-2, com Lucas Silva ao lado de Paulo Miranda e Edson Silva na zaga. Outra novidade é o retorno de Ewandro ao ataque ao lado de Ademilson. Boschilia, cotado para ganhar uma chance, fica no banco e deve entrar no decorrer da partida. Antigos titulares também estarão de olho no retorno.

"Os treinos estão sendo feitos, os jogos estão aí para serem vistos. Nosso treinador é bem sábio e opta no momento pelo que ele acha melhor", diz Luis Ricardo, contratado para ser dono da lateral direita e atualmente reserva de Douglas.

BOTAFOGO x SÃO PAULO

Domingo, 23 de março

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto

Horário: 16 horas

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

BOTAFOGO: Gilvan, Alex Silva, César Gaúcho, Henrique Mattos e Giovanni; Gilmak, Hudson, Leandro e Wellington Bruno; Mike e Borebi. Técnico: Wagner Lopes.

SÃO PAULO: Denis; Paulo Miranda, Lucas Silva e Edson Silva; Luis Ricardo, Wellington, João Schmidt, Lucas Evangelista e Reinaldo; Ewandro e Ademilson. Técnico: Muricy Ramalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.