Reservas do Vasco encaram o Paraná para seguir 100%

A volta à elite do futebol brasileiro vai ficar em segundo plano no Vasco, pelo menos por alguns dias. Graças ao bom início no Campeonato Brasileiro da Série B, com três vitórias nas primeiras três partidas, o técnico Dorival Júnior confirmou nesta sexta-feira que vai mandar a campo contra o Paraná, neste sábado, às 16h10, pela quarta rodada, uma equipe inteiramente reserva. Apenas o goleiro Fernando Prass, daqueles que enfrentarão o Corinthians na próxima quarta, vai atuar.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 08h30

Dorival tomou a decisão não apenas para evitar lesões. Ele não queria jogadores com as atenções divididas entre as duas partidas. Assim, repartiu o elenco para que os titulares pensem exclusivamente na definição da vaga para a final da Copa do Brasil contra os paulistas.

Os reservas, por sua vez, poderão se concentrar plenamente em derrotar os paranaenses. "É fundamental não perder a concentração. Por isso, separei os dois grupos. Os titulares já estão pensando no Corinthians. E a equipe considerada reserva deve se preocupar apenas com a partida em Curitiba?, justificou o treinador.

Para manter os jogadores que enfrentarão o Paraná motivados, porém, Dorival deixou no ar que poderá utilizar contra os corintianos aqueles que se destacarem na partida deste sábado. Segundo o técnico cruzmaltino, ele ainda tem dúvidas, principalmente no meio de campo, e quer dirimi-las com a atuação contra os paranaenses.

Pode ser o caso de Jefferson. O meia era titular até sofrer uma contusão há um mês e meio. Desde então, Leo Lima se firmou ao lado de Carlos Alberto como homem de ligação. Mas isso pode mudar com um bom desempenho de Jefferson contra o Paraná.

Enquanto isso, o Paraná busca a sua primeira vitória na Série B. Após derrota na última rodada para o América-RN, em Natal, o time paranaense, que tem um ponto e está na zona do rebaixamento, aposta na sua força ofensiva para reverter a má campanha. O técnico Zetti confirmou a entrada de Wando no ataque ao lado de Alex Afonso. Outra mudança acontece na lateral esquerda: entra Murilo Ceará e sai Fabinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.