Reservas do Vasco vencem Bangu

Com bom desempenho, o time reserva do Vasco venceu o Bangu por 3 a 0, na abertura do Campeonato Carioca hoje, em São Januário. A equipe vascaína atuou com formação ofensiva - três atacantes -, e o placar poderia ter sido mais dilatado, se várias oportunidades de gol não fossem perdidas. Também atuando com uma equipe mista, o Bangu não ofereceu resistência ao Vasco, que possui um elenco de melhor qualidade. O time de Antonio Lopes Júnior, filho do coordenador técnico da Seleção Brasileira, Antonio Lopes, sofreu o primeiro gol logo aos 2 minutos do primeiro tempo. Depois de um cruzamento pela esquerda, do lateral André Ladaga, o atacante Ely Thadeu inaugurou o marcador. Antes de marcar o segundo gol, a equipe vascaína acertou uma bola no travessão com o meia Geovani. Em seguida, aos 29 minutos, o zagueiro André Leone arriscou um chute de fora da área e marcou um belo gol, acertando o ângulo esquerdo do goleiro Cássio. Vasco e Bangu voltaram para o segundo tempo sem a mesma disposição da etapa anterior. O forte calor no Rio prejudicou as equipes, que demonstraram cansaço. Depois de cobrar um pênalti sofrido por Léo Macaé, o atacanteSouza ampliou o placar para o Vasco, aos 21 minutos.O Bangu ainda teve a chance de fazer seu gol de honra, mas o meia Edmílson, que havia substituído Vanilson, cobrou um pênalti no travessão, aos 39 minutos. O Vasco ainda jogou os cinco minutos finais da partida com 10 atletas porque Ely Thadeu sentiu dores musculares e o técnico Evaristo de Macedo não pode efetuar mais substituições, pois já havia realizado as três a que tinha direito.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2002 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.