'Reservas estão loucos para jogar', garante Cuca

Depois de 14 jogos na temporada, chegou a vez de os titulares do Atlético-MG serem preservados todos de uma só vez. Contra a Caldense, domingo, a equipe alvinegra vai entrar em campo somente com reservas, tudo para poupar os principais jogadores pensando no jogo de quarta-feira, contra o São Paulo, pela Copa Libertadores, e nos mata-matas vindouros.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2013 | 19h16

O técnico Cuca acredita que os reservas entrarão em campo motivados no Estádio Robertão, em Poços de Caldas. "Eles estão loucos para jogar. Sempre falo que a oportunidade vai chegar e eles têm de estar bem preparados. É jogo duro, com time titular ou mesclado", comentou o treinador.

A equipe que vai pegar a Caldense vai ter: Giovanni; Carlos César, Gilberto Silva, Rafael Marques e Junior César; Josué, Serginho e Rosinei; Guilherme, Araújo e Alecsandro. Um time de respeito, com dois jogadores que jogaram a última Copa do Mundo, há três anos.

O jogo contra o São Paulo não mudará a classificação do Atlético-MG, que já tem assegurada a primeira colocação geral da Libertadores. A vitória é importante para manter a moral em alta e para eliminar o time paulista. Se o São Paulo avançar, será o adversário dos mineiros nas oitavas de final. E aí a única vantagem do Atlético será o direito de decidir em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.