Peter Powell/Reuters
Peter Powell/Reuters

Reservas resolvem para o Everton, que supera o Crystal Palace por 2 a 0 em casa

Time de Liverpool triunfa com dois gols no segundo tempo e chega à oitava posição na tabela

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 15h30

Em partida isolada disputada pelo Campeonato Inglês neste domingo, o Everton sofreu, mas venceu o Crystal Palace, em casa, pelo placar de 2 a 0. Reservas no início da partida, o inglês Dominic Calvert-Lewin e o turco Cenk Tosun saíram do banco durante o segundo tempo e fizeram os gols do jogo, ambos já depois dos 40 minutos.

A estratégia para o ataque pensada pelo técnico português Marco Silva, com Theo Walcott e Bernard abertos pelas pontas, Gylfi Sigurdsson na armação do meio de campo e Richarlison de centroavante não deu certo no primeiro tempo. Já o Crystal Palace até incomodava com os contragolpes puxados por Wilfried Zaha, mas não levou perigo.

Recuado, o time visitante teve uma chance de ouro para abrir o placar, aos 14 minutos da etapa final, após pênalti cometido por Seamus Coleman em Zaha. O sérvio Luka Milivojevic chutou forte, no meio do gol, mas o goleiro inglês Jordan Pickford defendeu com a ponta do pé.

Dois minutos depois do pênalti perdido, Walcott perdeu chance tão valiosa quanto ao sair na cara do gol do goleiro galês Wayne Hennessey, que fez a defesa com as pernas. O treinador português, na reta final, apostou nos jovens Ademola Lookman e Calvert-Lewin, campeões do Mundial Sub-20 com a Inglaterra em 2017, nos lugares de Walcott e André Gomes. Já Bernard, mal na partida, saiu para a entrada de Tosun.

Aos 41 minutos da etapa final, Lookman cruzou na cabeça de Calvert-Lewin, que finalizou para o fundo das redes. Tosun ampliou apenas dois minutos depois, quando saiu na cara do goleiro e chutou cruzado.

Com a vitória, o Everton chegou a 15 pontos e agora ocupa a oitava posição no Campeonato Inglês. O próximo adversário será o Manchester United, fora de casa, no próximo domingo. Em 15.º lugar, o Crystal Palace, que tem sete pontos em nove jogos, vai receber o Arsenal, também no próximo domingo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.