Reservas tentam recolocar São Paulo no rumo da vitória

Ficará a cargo de uma equipe recheada de reservas a responsabilidade de devolver o São Paulo à rota das vitórias na temporada após três jogos. O torcedor verá contra o Guarani, neste sábado, às 16h20, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, nomes diferentes do que se acostumou, mas que estão longe de ser completos estranhos.

FERNANDO FARO, Agência Estado

09 de fevereiro de 2013 | 08h32

À juventude do volante Rodrigo Caio e do centroavante Ademilson irão se juntar peças como o zagueiro Rafael Toloi e o meia Maicon, que foram figuras frequentes no ano passado, e o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante argentino Cañete, que procuram a melhor forma na temporada após encerrar 2012 em fase final da recuperação de lesões.

Mais do que a possibilidade de reabilitar a equipe, o confronto é mais uma oportunidade para os jogadores adquirirem ritmo de jogo e voltarem à briga por uma vaga entre os titulares. Não são poucos os que veem a possibilidade de provar para o técnico Ney Franco que merecem mais espaço. "Esses jogos são bons para nós que não estamos jogando sempre porque vamos priorizar a vitória e fazer nosso máximo", explicou Aloísio, confirmado ao lado de Ademilson e um dos candidatos a lutar por uma vaga no lado direito do ataque principal, posição ocupada por Douglas.

E para comandar os reservas em campo, o único titular é também o mais emblemático. Rogério Ceni está de volta à equipe após uma inflamação no ombro esquerdo e terá como missão fazer o time esquecer a falta de entrosamento e conseguir um bom resultado para subir na classificação. "Com o Rogério a responsabilidade é maior ainda, então vamos trabalhar para vencer esse jogo", ponderou Rodrigo Caio.

O dia também terá sabor especial para o volante Fabrício, que pode voltar a jogar após quase oito meses. Sua última partida foi em 17 de julho, quando rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo contra o Atlético Mineiro. Desde que chegou, no ano passado, ele atuou pouco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.