Resignado, Cuca critica arbitragem

O técnico Cuca reconheceu que seu time não deu tudo que podia, mas ficou contente pelo resultado que significou a oitava vitória consecutiva na temporada. "Ninguém pode dizer que não jogamos com qualidade. Tivemos várias jogadas de efeito do Grafite, do Luís Fabiano e do Marquinhos que valeram o ingresso", comentou. Em seguida, ele atirou contra a arbitragem: "Não gosto de falar de juiz, mas esse aí deixou a defesa deles bater em nossos jogadores. Acho que se ele tivesse expulsado dois ou três jogadores estava barato", completou. Mesmo assim, Cuca acha que o clima hostil em Americana deixa o time "experimentado" para os próximos jogos da Copa Libertadores que serão assim, "mais disputados e contra adversários hostis".O clima era tão otimista, que Luís Fabiano não perdeu o sorriso nos lábios mesmo com toda a perseguição que sofreu dos adversários dentro de campo. "Não reajo mais. Estou muito bem e inteiro apesar das pancadas", disse Fabiano, que não se importou por passar em branco, sem marcar um gol. "O importante é o time, não o Luís Fabiano", garantiu.O presidente Marcelo Portugal Gouvêia elogiou: "Estou satisfeito porque os resultados estão vindo antes do que nós esperávamos", assegurou o dirigente, que descartou qualquer possibilidade de tentar Rivaldo, que rescindiu contrato com o Cruzeiro. "Está fora de cogitação, está fora dos padrões do São Paulo", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.