JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

'Respeito à Ponte e ao Boca Juniors é o mesmo', afirma Alessandro

Corinthians reencontra time de Campinas no Paulistão e equipe argentina na Libertadores

Raphael Ramos, Agência Estado

23 de abril de 2013 | 12h16

SÃO PAULO - O Corinthians está prestes a reencontrar a Ponte Preta nas quartas de final do Campeonato Paulista, no próximo domingo, em Campinas, depois de ter sido eliminado pelo rival na mesma fase da edição passada do torneio estadual. Naquela ocasião, a equipe corintiana foi surpreendida ao cair por 3 a 2, em pleno Pacaembu.

Essa será a primeira das decisões que o Corinthians enfrentará nos próximos dias, pois o time já vislumbra os dois confrontos que fará contra o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. E, nesta terça-feira pela manhã, o lateral-direito Alessandro garantiu que o clube está dando atenção igual aos desafios diante de ponte-pretanos e argentinos.

"O respeito que temos pela Ponte é o mesmo que temos pelo Boca Juniors. Não mudou pelo fato de a gente ter ganho a Libertadores", assegurou o capitão corintiano, que também enfatizou: "Chegou a hora de a gente mostrar que valoriza muito o Campeonato Paulista, mesmo que a gente não concorde com a fórmula".

Alessandro se referiu ao fato de que o Paulistão é um torneio considerado muito longo e que classifica oito dos seus 20 times às quartas de final, o que acaba gerando uma acomodação natural dos clubes grandes durante a primeira fase. E o jogador, diferentemente de vários outros do elenco corintiano, nega encarar o duelo contra a Ponte como uma chance de se vingar da eliminação amargada no ano passado.

"O clima não é de revanche. Vamos enfrentar a Ponte Preta em um momento diferente em relação ao ano passado. Agora são equipes diferentes, uma nova situação. O que esperamos é que esse ano o resultado final também seja diferente", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.