Resultados não incomodam Parreira

O técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, disse nesta terça-feira não estar preocupado com a seqüência de resultados negativos, em seus dois jogos (empate com a China e derrota para Portugal) à frente do time, porque isto não colocará em "xeque" a qualidade dos jogadores nem da comissão técnica.O treinador frisou que o julgamento sobre a atuação dos atletas deve acontecer durante a disputa das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, "quando os confrontos estarão valendo alguma coisa." Durante a convocação de 16 jogadores que atuam por clubes estrangeiros, hoje à tarde, para o amistoso contra o México, no dia 30, em Guadalajara, Parreira ainda considerou que aqueles que avaliam de maneira negativa o início de seu trabalho, estão olhando de um jeito muito pessimista.O treinador lembrou que não teve ainda a oportunidade de realizar um período de treinamentos com a seleção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.