RESUMO ESPORTIVO - Fim de semana foi cheio de emoção nas quadras, campos e pistas

Fórmula 1 e Indy têm adrenalina até o fim, assim como Superliga, Torneio de Miami e Estaduais

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2013 | 08h19

SÃO PAULO - O fim de semana foi bastante agitado e cheio de emoções para quem é apaixonado por esportes. Desde as primeiras horas do sábado até domingo à noite, a adrenalina tomou conta das pessoas nas quadras, campos e pistas. Valeu a pena ir a ginásios, estádios ou ficar grudado na televisão. Quem perdeu tudo isso, tem agora um resumão do que de melhor aconteceu:

VELOCIDADE

Os amantes da velocidade tiveram um fim de semana de tirar o fôlego no GP da Malásia de Fórmula 1 e o de São Petesburgo, na abertura da Indy. No Circuito de Sepang, o alemão Sebastian Vettel foi quem subiu no alto do pódio na dobradinha da Red Bull. Mas o clima na hora de receber os troféus era pesado. Tudo pelo fato de o tricampeão mundial ter ultrapassado o australiano quando restavam 13 voltas, contrariando ordem da escuderia.

Webber tinha recebido ordens para diminuir os giros do motor sob alegação de que a briga pelo primeiro lugar estava encerrada. Vettel não cumpriu o pedido e, no fim, o australiano saiu atirando para todos os lados e nem ao pódio queria subir. Ao lado da dupla da Red Bull apareceu o inglês Lewis Hamilton, protagonista da lambança da corrida. O piloto da Mercedes entrou para fazer o pit stop no boxe da ex-equipe, a McLaren, para espanto até de sua namorada.

Ele justificou o erro dizendo que as equipes são parecidas, mas a McLaren não perdeu oportunidade para brincar com a situação. "Sinta-se à vontade para aparecer e dizer ‘oi’ a qualquer hora, Lewis Hamilton!", publicou a equipe em sua conta no twitter. O brasileiro Felipe Massa, segundo no grid, largou mal, foi ultrapassado três vezes na primeira volta e terminou a corrida em quinto. Seu companheiro de Ferrari, Fernando Alonso, abandonou logo no início.

RIO

No Rio, enquanto o Vasco apresentou o técnico Paulo Autuori e não entrou em campo, a dupla Fla-Flu tropeçou na rodada e o Botafogo viu Seedorf ser expulso após garantir o triunfo sobre o Madureira. Na estreia do técnico Jorginho, o Flamengo queria uma vitória para cima do Boavista, mas não conseguiu mexer no placar e viu seu novo comandante, após um 0 a 0 e vaias, clamar por reforços. O Fluminense também não saiu do zero, desta vez na casa do Duque de Caxias.

Já o campeão da Taça Guanabara continua bem. Fez 2 a 1 no Madureira e só não saiu festejando mais pela expulsão de Seedorf já nos acréscimos. O árbitro deu amarelo por alegar demora do holandês na substituição e depois vermelho por ele ter se direcionado para o outro lado do campo.

MINAS/RS

Em Minas e em Porto Alegre, nada de surpresas. O Grêmio fez 2 a 0 no Caxias e o Internacional somou sua sexta vitória seguida ao bater o Santa Cruz por 3 a 0 fora de casa. Ambos lideram seus grupos com 9 pontos e 100% de aproveitamento no Gaúcho.

No Mineiro, a briga pela liderança continua ponto a ponto. O Cruzeiro continua no topo, com 19 pontos, mas levou um susto da Caldense. Jogando em casa, saiu atrás no placar e sofreu para buscar a virada: 2 a 1. Fora de casa, o rival, com um ponto a menos, ganhou com mais facilidades: 3 a 1 sobre o Nacional.

ALEX

Por fim, vale ressaltar a boa apresentação de Alex no clássico entre Coritiba e Paraná. O meia fez dois gols para sua equipe, jogou muito, mas foi ofuscado pelo triunfo dos rivais por 3 a 2.  O Coxa é apenas o quinto e o Paraná, o sexto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.