Wilton Junior / Estadão
Wilton Junior / Estadão

Retorno aos treinos é responsabilidade dos dirigentes dos clubes, diz Witzel

Declaração governador vai de encontro à decisão da prefeitura do Rio de proibir o retorno dos treinos por enquanto

Redação, Estadao Conteudo

21 de maio de 2020 | 21h40

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou nesta quinta-feira que não é contra a retomada dos treinos por parte dos clubes cariocas. E que o retorno das atividades dos times é responsabilidade dos próprios dirigentes dos clubes.

"Quero esclarecer que não sou contra os treinos acontecerem. O que eu disse que sou contra é que aconteçam sem preocupação por parte dos dirigentes para preservar o atleta, que fica exposto. A responsabilidade é dos dirigentes e não do estado, ao assumir essa responsabilidade", declarou o governador, em entrevista à CNN.

A declaração de Witzel vai de encontro à decisão da prefeitura do Rio de proibir o retorno dos treinos por enquanto. Apesar disso, o Flamengo voltou a ter atividades no CT Ninho do Urubu na terça-feira.

Para Witzel, mesmo atribuindo a decisão aos dirigentes, disse que os clubes precisam se preocupar com a saúde dos jogadores. "Os atletas têm que estar de certa forma protegidos porque é a carreira deles. É uma decisão exclusivamente por parte das entidades associativas. Nunca fui contra a retomada. Só não vai poder ter plateia e torcida. Nós ainda não podemos ter esse tipo de aglomeração. O que precisa é ter esses cuidados", afirmou o governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.