Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Retrospecto contra Cruzeiro na Arena é favorável ao Corinthians para garantir a taça

Time alvinegro tem quatro vitórias e um empate contra o rival mineiro em casa; equipes fazem a final da Copa do Brasil nesta quarta-feira

João Prata, O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2018 | 05h00

O Corinthians fez cinco jogos contra o Cruzeiro na Arena em Itaquera. E em apenas uma dessas vezes não conseguiu o placar que precisa para ficar com o título da Copa do Brasil. Até aqui, o time paulista está invicto quando recebe a equipe mineira, com quatro vitórias e um empate.

O primeiro confronto no estádio aconteceu em 2015 e o Corinthians venceu por 3 a 0 pelo Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, a equipe anfitriã bateu o adversário por 2 a 1 no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O problema é que o time de Belo Horizonte fez 4 a 2 na volta e seguiu na competição.

Em 2017, em novo duelo pelo Brasileirão, o Corinthians derrotou o rival por 1 a 0. O único empate, por 2 a 2, aconteceu no amistoso entre as equipes, durante a Copa do Mundo, neste ano. Esse confronto também não pode ser muito levado em conta, porque serviu como teste para o reinício da temporada. Para se ter ideia, a equipe então comandada por Osmar Loss fez oito alterações no total. 

No mais recente encontro, o time alvinegro voltou a bater o Cruzeiro, desta vez por 2 a 0, pelo Brasileirão. A partida pode servir de inspiração a Romero. O paraguaio, que enfrenta um jejum de 17 jogos sem balançar as redes, marcou os dois gols da vitória. Foi o início de uma ótima sequência do jogador, que na rodada seguinte fez três gols em cima do Vasco e depois balançou as redes contra a Chapecoense.

Depois disso, perdeu o embalo e não marcou mais gols. A situação na Copa do Brasil é complicada, mas não é desesperadora. O time do técnico Jair Ventura perdeu para a equipe de Mano Menezes por 1 a 0 na última quarta-feira, no Mineirão. Agora, precisa de uma vitória simples para levar a decisão para os pênaltis. Se vencer por dois ou mais gols, fica com a taça após os 90 minutos. 

Ou seja, nesses últimos cinco jogos, em dois deles o Corinthians garantiria o tetra da Copa do Brasil no tempo regulamentar. Em outros dois, o sofrimento do torcedor nas arquibancadas se estenderia para as cobranças alternadas. Somente o empate do amistoso é que garantiria o título ao Cruzeiro, que é o atual campeão do torneio.

O Corinthians faturou a Copa do Brasil em 1995, 2002 e 2009. A última conquista veio com Mano Menezes de treinador. O elenco contava com Alessandro na lateral direita, hoje gerente de futebol do clube.   

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.