Reunião discute futuro do Corinthians

O futuro do Corinthians, com a ameaça cada vez maior de rebaixamento, foi o assunto da reunião nesta segunda-feira em São Paulo entre o técnico Wanderley Luxemburgo, os dirigentes do clube e da Hicks Muse, empresa norte-americana que patrocina o time do Parque São Jorge. A reunião ocorreu fora do Parque São Jorge.O treinador viajou pela manhã de Serra Negra, onde o elenco continua concentrado, e encontrou-se com os dirigentes na capital. De acordo com a assessoria de imprensa do Corinthians, a reunião era de rotina, e estava marcada com antecedência. Com isso, a diretoria tentou afastar a especulação que o técnico havia sido convocado às pressas para a reunião. Enquanto Luxemburgo esteve em São Paulo, seu auxiliar Heron Ferreira e o preparador físico Antônio Mello mantiveram a atividade dos jogadores em Serra Negra. Sábado, em Limeira, o Corinthians, 14º, trava um duelo de sobrevivência contra a Internacional, 15º. Os times têm o mesmo número de pontos (cinco),mas o time da capital tem a vantagem porque ganhou uma partida.Durante a reunião, o vice-presidente do Corinthians, Antonio Roque Citadini, disse, pelo telefone, que Luxemburgo continua recebendo total apoio da diretoria. "Estamos consciente de que ele é um excelente treinador, o trabalho está sendo bom, é de reestruturação", disse o dirigente. "Aliás, nem gosto de falar em apoio ao treinador, porque sua situação no clube está tranqüila", garantiu o dirigente. Em cinco jogos sob o comando de Luxemburgo, o Corinthians ganhou uma partida, teve dois empates e sofreu duas derrotas. É quase a mesma campanha do seu antecessor no clube, Dario Pereyra, que em seis jogos, ganhou também ganhou um, empatou dois e perdeu três.Para a partida contra a Internacional, Luxemburgo poderá contar com a volta de Rogério, que voltou a treinar nesta segunda-feira. O jogador não enfrentou o Guarani porque estava machucado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.