Cesar Greco/Divulgação
Cesar Greco/Divulgação

Revelação chilena de 18 anos assina contrato com o Palmeiras

Francisco Arancibia vai reforçar a equipe Sub-20

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2015 | 17h34

O meia chileno Francisco Arancibia, de 18 anos, é o novo reforço da equipe Sub-20 do Palmeiras. Emprestado pelo O'Higgins, o atleta assinou contrato com Palmeiras até junho de 2016, com opção de compra ao fim do contrato, e seu nome foi inscrito nesta sexta-feira no BID da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Com passagens pelas seleções de base e principal do seu país, o jogador é considerado uma das grandes revelações do futebol chileno e ganhou destaque atuando pelas categorias de base do O’Higgins, do Chile.  

“Estou muito contente por chegar ao Palmeiras, uma grande equipe. Quando soube do interesse do Palmeiras, fiquei muito felize. Conheci a estrutura do clube, as Academias de Futebol do time principal e da base também. Prometo trabalhar duro no Sub-20 para um dia chegar à equipe principal, o sonho de todo jogador”, declarou o chileno ao site do Palmeiras. 


No mês passado, Arancibia foi convocado pelo técnico Jorge Sampaoli para treinar com a seleção chilena na preparação para os amistosos contra Irã e Brasil, em Londres. Na concentração, o reforço palmeirense teve contato com o meia Valdivia, que deu boas referências sobre o Palestra Itália.

“Estive nas seleções de base e treinei com a seleção adulta em Londres neste ano. Foi um orgulho para mim estar entre os melhores, uma experiência muito boa. Conheço o Valdivia, já havia estado com ele na seleção. Ele comentou que o Palmeiras é um clube muito grande, com uma grande torcida, que exige muito. Isso me agradou muito”, disse ele.

A chegada da revelação chilena faz parte do processo de valorização das categorias de base do Palmeiras. Desde 2013, as categorias de base do Verdão têm ganhado atenção especial, com diversos jogadores em intercâmbio e promovidos ao time principal.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeirasArancibia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.