Revelação em biografia suspende Keane

O capitão do Manchester United, Roy Keane, foi punido nesta terça-feira com cinco jogos de suspensão e multa de US$ 234 mil depois de ter sido considerado culpado de manchar a imagem do futebol.Em uma autobiografia, o irlandês Keane admitiu ter atingido, de propósito, o jogador norueguês Inge Haaland, com quem havia tido um desentendimento. O acerto de contas aconteceu durante uma partida contra o Manchester City, dois anos atrás.Na ocasião, Keane acertou o adversário com as duas pernas na altura dos joelhos. Ele nem esperou o juiz mostrar o cartão vermelho; seguro de que havia sido expulso, deixou o campo por conta própria. Haaland nunca mais jogou uma partida como titular.O castigo foi imposto a Keane pela comissão disciplinar da Associação Inglesa de Futebol, que o considerou culpado de agredir o rival e de se beneficiar economicamente do incidente. A punição valerá a partir de 4 de novembro.Autor do gol do título mundial interclubes de sua equipe na vitória sobre o Palmeiras, em 1999, Keane é famoso por suas polêmicas. Pouco antes da Copa do Mundo de 2002, ele foi expulso da delegação irlandesa por se meter sempre em confusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.