Réver aposta em bola parada para vencer fora de casa

Diante da dificuldade de jogar no gramado do Estádio dos Aflitos, em Recife, o zagueiro Réver disse nesta sexta-feira que o Grêmio vai apostar nas jogadas de bola parada para obter a sua primeira vitória fora de casa, diante do Náutico, no domingo.

AE, Agencia Estado

11 de setembro de 2009 | 21h35

"O gramado não oferece condições de tocar muito a bola. O Náutico joga na base do lançamento também, não podemos fazer diferente. Bola parada decide jogos, é fundamental", disse o zagueiro, que costuma apoiar o ataque em lances de bola parada. "Espero que estejamos numa tarde feliz e que essa bola parada possa decidir a nosso favor".

Réver também se mostrou preocupado com Carlinhos Bala, principal jogador do Náutico. "É um jogador muito rápido e tem uma técnica boa. Isso dificulta para marcar ele. É aquele jogador que a gente chama de chato", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.