Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Réver cobra mais atenção da zaga do Flamengo para jogadas de bola parada

"O clássico se define nos detalhes. Espero que o jogo de amanhã (quarta-feira) acertemos todos esses detalhes"

Estadão Conteúdo

27 de março de 2018 | 20h46

O zagueiro Réver pediu nesta terça-feira mais atenção ao Flamengo para as jogadas de bola parada. Pois foi em um lance como esse que o time rubro-negro levou um gol do Fluminense que custou a vaga na decisão da Taça Rio - o duelo terminou empatado em 1 a 1, mas a equipe tricolor jogava pela igualdade.

+ Confira a tabela da Taça Rio

"Há muito tempo o time titular não sofria um gol como esse. O Fluminense acabou usando bem a bola parada. Acabaram achando o gol. O clássico se define nos detalhes. Espero que o jogo de amanhã (quarta-feira) acertemos todos esses detalhes", disse.

O Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Botafogo pela semifinal do Campeonato Carioca. Como venceu a Taça Guanabara, o primeiro turno, a equipe de Réver tem a vantagem do empate.

"No jogo que acabamos eliminados, a equipe adversária soube aproveitar o regulamento que tinha a seu favor. Mas posso dizer que o nosso time não vai entrar pelo empate, vai jogar para vencer. Aqui no Flamengo a gente não entra para empatar, mas para vencer. A atitude tem que ser da nossa equipe", afirmou o zagueiro.

O técnico Paulo César Carpegiani fechou as portas do treino desta terça-feira e não deu pistas da escalação da equipe. Rever também não quis dar pistas de quem estará em campo nesta quarta. "Acredito que Carpegiani tem o time na sua cabeça. No jogo passado, muitos falaram de mudanças. Acredito que tenha tudo em mente. Tivemos dois dias para ver o que poderia fazer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.