Bruno Cantini/Atletico
Bruno Cantini/Atletico

Réver desabafa após derrota e já vê Atlético-MG na briga contra o rebaixamento

'O momento é de sentir vergonha', lamenta o experiente zagueiro após revés contra a Chapecoense

Redação, Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2019 | 22h31

A derrota em casa para a Chapecoense, por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Independência, escancarou de vez a crise no Atlético-MG. O time que chegou a brigar pela liderança no início do Campeonato Brasileiro, agora convive com nova realidade e já fala em lutar contra o rebaixamento.

O zagueiro Réver, que vem atuando como volante nos últimos jogos, deixou o gramado visivelmente irritado com o desempenho da equipe e com a situação na tabela. Para o jogador, a briga é mesmo pela permanência na Série A.

"O risco de rebaixamento já está muito próximo, ainda mais pelas partidas que estamos fazendo dentro de casa. O momento é de sentir vergonha. A gente tem um nome a zelar e não estamos fazendo por onde ter esse respeito. Peço desculpa ao torcedor e fico até com dificuldade de explicar alguma coisa", disse.

Réver ainda criticou o adversário. Para o zagueiro, o Atlético não poderia ter perdido de um time que faz campanha fraca e vinha de 13 partidas sem vitória. "Jogar contra a Chape, que não dificultou pra ninguém no campeonato, e sofrer do jeito que a gente sofreu é sinal de que o alerta tem mesmo que ficar ligado", desabafou.

Depois concluiu, em tom de preocupação. "Independente do adversário, é um jogo que poderia definir muitas coisas e a gente, mais uma vez dentro de casa, acabou falhando", concluiu.

O Atlético soma 35 pontos, com seis de vantagem para a zona da degola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.