Revigorado, São Caetano quer ganhar no Sul

Revigorado pela presença dotécnico Nelsinho Baptista, o São Caetano vai tentar segurar oInternacional, neste domingo, às 18 horas, no Beira Rio. Aocontrário do que acontecia com o ex-técnico Mário Sérgio, o timedo ABC não será recheado com volantes, mas, segundo Nelsinho,não vai perder a sua força de marcação. O São Caetano tem 30pontos no Campeonato Brasileiro. O novo técnico tem comentado bastante a necessidade do timeatuar com mais dinâmica, "com força na marcação e chegada noataque". O objetivo é claro: ganhar mais agressividade parasuperar algumas marcas negativas. Uma delas é de ser o time commaior número de empates: 9. Outra é a ineficiência ofensiva, com21 gols em 21 jogos. "No futebol é preciso saber marcar, mas também atacar. Ogrupo é inteligente e pode desempenhar estas funções dentro domeu estilo de jogo", comentou Nelsinho, adepto confesso doesquema tático 4-4-2. "Gosto de jogar com dois volantes e doismeias", ratificou. Após a estréia vitoriosa sobre o Fluminense, por 2 a 0, o timereadquiriu a confiança perdida no jejum de seis jogos semvencer. Nelsinho também está dando moral para seus jogadores, a pontode confirmar a mesma formação para este jogo. Mesmo assim, eleganhou mais quatro opções: os zagueiros Dininho e Tiago foramliberados pelo departamento médico, enquanto o meio campo Raulene o atacante Adhemar cumpriram suspensão automática. Os volantesMarco Aurélio, Ramalho e Fábio Santos, antes titulares,continuam na reserva.

Agencia Estado,

27 de julho de 2003 | 09h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.