Reviravolta no Ceará mantém Silas no comando técnico

A diretoria já tinha dado como certo, mas o presidente Evandro Leitão assumiu a decisão e resolveu manter o técnico Silas Pereira. Ele vinha sofrendo forte pressão depois da derrota por 3 a 1 para o Sampaio Correia, sábado, no estádio Presidente Vargas, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Estadão Conteúdo

07 de junho de 2015 | 19h53

Deixando de lado o aspecto emocional, o dirigente viu o outro lado da moeda: o time precisa de reforços e ficou, realmente, enfraquecido com a ida do artilheiro Magno Alves para o Fluminense.

"Não podemos imaginar que um time que foi campeão da Copa do Nordeste pode ir tão mal na Série B. Estamos no começo da competição e ainda há muito tempo para recuperação e para brigar pelo acesso", comentou o dirigente.

A derrota para o Sampaio Corrêa completou a quarta rodada sem vitória do Ceará, que na rodada anterior tinha perdido para o Náutico, por 2 a 0, em Pernambucano, e antes empatado em casa, por 1 a 1, com o CRB. Na sétima rodada, o time cearense terá uma pedreira: vai enfrentar o Bahia, em Salvador, sábado, às 16h30. O tricolor baiano perdeu sua invencibilidade para o Bragantino, por 2 a 0, e, portanto, vai atrás da reabilitação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCearáSilas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.