Rexona-Ades abre 2 a 0 no playoff da Superliga feminina

O Rexona-Ades, time das duas Fabiana, a meio-de-rede e a líbero da seleção brasileira, abriu vantagem de 2 a 0 na série semifinal melhor-de-cinco que definirá um dos finalistas da Superliga feminina de vôlei. A ponteira Regiane, do Rexona, foi a maior marcadora, com 15 pontos. As equipes voltam a jogar na quarta-feira, às 18 horas, pela terceira rodada da semifinal (com SporTV). Com mais uma vitória, o Rexona assegura vaga na decisão. O Macaé tem de ganhar três partidas.Camilla Adão, levantadora reserva do Rexona, que entrou no lugar de Dani Lins ontem, disse que integra um grupo forte. ?Todos são importantes. Fui feliz também no saque, um dos meus melhores fundamentos.? Para o técnico Bernardo Rezende, a equipe estava um pouco tensa nos dois primeiros sets e não jogou bem. ?Foi uma apresentação melhor do que a primeira do playoff, mas ainda estivemos irregulares.Precisamos de consistência no ataque, porque o Macaé é forte na defesa. A boa atuação da Camilla e da Regiane mostra que o grupo não tem apenas as titulares.? Já para o técnico de Macaé, Sérgio Negrão, faltou experiência. ?No primeiro e segundo sets abrimos boa vantagem, mas na hora de fechar não conseguimos e quem levou a melhor foi o Rexona.? Masculino na quartaOs playoffs das quartas-de-final da Superliga Masculina começam quarta-feira. Nesta segunda sai a tabela. No sábado, na última rodada classificatória, o Cimed bateu o Unisul/Nexxera por 3 a 1 (25/23, 24/26, 25/18 e 25/20) e ficou em primeiro lugar na classificação. Seu rival no playoff será o On Line/São Leopoldo, oitavo (venceu o Ulbra/Uptime por 3 a 1).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.