Javier Etxebarreta/EFE
Javier Etxebarreta/EFE

RFEF pede 'máximo respeito' à seleção e diz que Real pagará multa por Lopetegui

Real Federação Espanhola de Futebol diz que presidente e o técnico darão coletiva nesta quarta-feira

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 13h50

Pouco depois de o Real Madrid anunciar a contratação de Julen Lopetegui, que deixará o comando da Espanha logo após o fim da campanha da seleção na Copa do Mundo, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) divulgou um comunicado oficial nesta terça-feira para comentar sobre a inesperada saída do comandante. No mês passado, ele havia assinado acordo para dirigir o time nacional até a Eurocopa de 2020.

Lopetegui é anunciado como técnico do Real Madrid e deixará a Espanha após a Copa

Mbappé sofre pancada no tornozelo esquerdo e deixa treino da França

+ Hazard prevê vitória belga sobre o Brasil e título no Mundial

A entidade informou que o seu presidente, Luis Rubiales, e o próprio Lopetegui darão uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Krasnodar, na Rússia, onde a seleção está concentrada visando a sua estreia no Mundial, na sexta, contra Portugal, em Sochi.

Neste mesmo comunicado, a RFEF confirmou que "receberá o pagamento da cláusula de rescisão (contratual) para que o atual treinador da seleção possa assinar com o Real Madrid" e enfatizou que "solicita o máximo respeito para manter a normalidade na concentração nacional às vésperas da estreia contra Portugal".

 

Embora ainda não tenha assinado o acordo com o Real, o treinador já acertou acordo para dirigir o time madrilenho nas três próximas temporadas europeias. "A RFEF anuncia a desvinculação do técnico Julen Lopetegui uma vez que finalizar a participação da Espanha na Copa do Mundo da Rússia", ratificou a entidade ao comentar o comunicado divulgado pelo clube.

O treinador havia assumido o comando da Espanha logo após a Eurocopa de 2016, da qual o país foi eliminado nas oitavas de final, e levou a seleção à Copa do Mundo com uma campanha invicta nas Eliminatórias Europeias. Agora, Lopetegui assumirá um Real Madrid surpreendido pelo pedido de demissão de Zinedine Zidane, que optou por deixar o cargo, no final do mês passado, dias após conquistar o seu terceiro título europeu consecutivo como comandante da equipe.

A imprensa de Madri, porém, já cogita que o técnico pode cair a qualquer momento.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.