JF Dorio/AE - 13/07/2011
JF Dorio/AE - 13/07/2011

Rhodolfo vê jogo como teste do São Paulo para clássico

Zagueiro espera evolução da equipe contra o Comercial para pode encarar o rival Corinthians

BRUNO DEIRO, Agência Estado

08 de fevereiro de 2012 | 12h50

SÃO PAULO - O São Paulo enfrenta o Comercial nesta quinta-feira, às 21h50, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, mas não para de pensar no confronto do próximo domingo, contra o Corinthians, no Pacaembu, onde a equipe comandada pelo técnico Emerson Leão irá encarar o seu primeiro grande desafio nesta temporada, pois até agora o time não encarou nenhum clube grande em 2012. E o zagueiro Rhodolfo não escondeu, nesta quarta, a sua ansiedade antecipada para a partida do final de semana.

"Temos que ganhar agora, pois não sabemos se o Corinthians vai ganhar (do Mogi Mirim, nesta quarta-feira) e também porque com uma vitória poderemos chegar com mais calma no clássico", ressaltou o jogador, se referindo ao fato de hoje o time corintiano possuir os mesmos 13 pontos do São Paulo, atual líder da competição estadual por estar em vantagem nos critérios de desempate.

E o próprio Leão já mostrou preocupação antecipada com o jogo diante do Corinthians, pois irá poupar o volante Wellington, pendurado com dois cartões amarelos, da partida diante do Comercial, visando não correr o risco de perdê-lo para o clássico. Já na lateral direita, o zagueiro João Filipe será improvisado no lugar de Piris, lesionado e vetado do duelo desta quinta.

"O jogo contra o Comercial vai servir como o último teste antes do clássico. O Leão vai botar João Filipe na direita para ver como ele vai se sair, pois não sabemos se o Piris vai voltar, e é uma chance boa para quem entrar mostrar que tem condições de jogar no domingo", reforçou Rhodolfo, mais uma vez enfatizando a importância de testar o time antes do confronto diante dos corintianos.

Já ao analisar a entrada do volante Casemiro no lugar de Wellington em coletivo realizado nesta quarta-feira, o zagueiro admitiu que a ausência do titular por precaução será mais um desafio a ser superado pela equipe nesta quinta. "O Wellington é mais de marcação e ajuda a gente no combate. O Casemiro sai jogando mais e pode faltar entrosamento com ele, mas temos de acertar isso na conversa em campo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.