Paulo Fernandes/Vasco;.com.br
Paulo Fernandes/Vasco;.com.br

Riascos destaca 'sentimento especial' pelo Vasco e cobra foco na Libertadores

Colombiano de 31 anos agradeceu a torcida pela recepção

Estadão Conteúdo

15 Janeiro 2018 | 16h22

De volta ao Vasco, o atacante Duvier Riascos enalteceu nesta segunda-feira o seu carinho pelo clube, onde atuou anteriormente entre 2015 e 2016. O colombiano de 31 anos agradeceu a torcida pela recepção e afirmou que sente algo especial pelo time.

+ Vasco corrige ata da eleição e desconsidera votos da urna 7

"Eu tenho um sentimento muito especial pelo Vasco. Sempre procurei retribuir o carinho que todos os torcedores possuem por mim", comentou Riascos ao site oficial do clube, exaltando também a sua passagem pelo Millonarios, da Colômbia, pelo qual se sagrou campeão nacional no ano passado.

"O período que passei fora do Brasil foi muito lindo, pois tive a oportunidade de conquistar um título na Colômbia, algo que sempre sonhei. Agora estou de volta ao Vasco e vou dar o meu melhor por esse clube. Gostaria de agradecer aos vascaínos por terem pedido a minha volta", acrescentou.

Com 17 gols em 49 jogos em sua primeira passagem pelo Vasco, Riascos analisou a próxima temporada. E, desde já, pediu um time focado na Copa Libertadores - o Vasco disputa a fase preliminar do torneio contra o Universidad de Concepción, do Chile, com o jogo de ida sendo já em 31 de janeiro no Chile.

"Temos muitos torneios para jogar nesse ano, mas o nosso principal objetivo é a Libertadores. Temos que ter um bom comportamento nos primeiros jogos para entrar na fase de grupos", cobrou. "Vamos procurar também ir bem no Carioca, na Copa do Brasil e no Brasileirão."

O colombiano, por fim, salientou que tem condições de repetir o futebol apresentado na primeira passagem pelo Vasco. "Espero ter grandes atuações e ajudar o Vasco a ter uma grande conquista. Eu estou com muita saudade de fazer gols. Sigo comemorando fazendo a 'cobrinha', mas sempre tem algo novo, algo que vem do coração."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.