Frank Augstein/AP
Frank Augstein/AP

Ribéry critica excesso de trocas de Guardiola no Bayern de Munique

Em recuperação de lesão, francês deve participar da final da Copa da Alemanha neste sábado

Agência Estado

15 de maio de 2014 | 13h09

MUNIQUE - Em sua primeira temporada no Bayern de Munique, o técnico Pep Guardiola parece que está encontrando resistência dos jogadores em algumas das suas ações. O francês Franck Ribéry fez críticas ao comandante pelas mudanças que implementou no time, o que provocou reações de dirigentes do clube.

"Às vezes joga, às vezes está no banco, às vezes fica em casa. Essa foi uma situação nova para todos. Pessoalmente, eu preciso de partidas.

Talvez precise de descanso depois de cinco, seis partidas, mas não depois de uma", disse Ribéry à revista esportiva alemã Kicker.

Ribéry sofreu com lesões nesta temporada e jogou 22 de 34 partidas do Campeonato Alemão, sendo que em nove delas começou no banco de reservas.

No momento, o francês se recupera de uma contusão nas costas.

O diretor esportivo do Bayern, Matthias Sammer, indicou que o jogador deveria se concentrar na final da Copa da Alemanha, que será disputada neste sábado, diante do Borussia Dortmund, criticando a sua reclamação.

"Este não é o momento, exatamente antes de uma final de Copa, para falar sobre coisas pessoais", expressou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.