Ricardinho ainda não sabe quando estréia

Ricardinho foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira como jogador do Santos. Ele vestiu a camisa do clube, fez testes físicos, correu em volta do campo e conversou com os jornalistas. "Foi um presente de aniversário antecipado", disse o meia, que completa 28 anos no domingo.Depois de uma experiência frustrada no Middlesbrough, da Inglaterra, Ricardinho voltou ao futebol brasileiro. Para isso, antes teve que conseguir uma liminar na Justiça, já que a sua rescisão contratual com o São Paulo previa o pagamento de uma multa de R$ 2 milhões caso ele jogasse em algum clube do País. Procurado pelo Santos, ele aceitou na hora - assinou até dezembro de 2005."Foi a primeira proposta de um clube que tem pessoas sérias no comando, que eu respeito, e por ser o Santos uma grande equipe, com perspectivas de conquistas, que tem um grupo muito bom de trabalhar", contou o jogador.O novo reforço do Santos só não sabe quando poderá estrear. "Não parei de treinar fisicamente nesse tempo todo. Estou muito bem, mas não é só isso", deixando o problema nas mãos do técnico Vanderlei Luxemburgo.Na apresentação, Ricardinho vestiu a camisa 10, a mesma que Diego usa, mas garantiu que isso não será motivo de disputa. "Não tenho essa vaidade e essa camisa é do Diego e vai continuar sendo dele", garantiu o novo contratado, que ainda pode defender o Santos na Libertadores. Apesar do prazo de inscrição já ter se encerrado, o clube tenta colocá-lo na vaga do zagueiro Alcides, que teve uma contusão séria no joelho. Feliz no novo clube, Ricardinho evitou comentar sobre a disputa judicial com o São Paulo. "Sou jogador do Santos e só penso em jogar futebol", explicou. "Tem o advogado que está cuidando de tudo e é ele que entende."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.