Ricardinho está pronto para surpresas

Para o capitão Ricardinho, o entrosamento do Santos não é garantia de uma estréia tranqüila no Campeonato Paulista, quinta-feira, contra a Portuguesa, na Vila Belmiro. Segundo o meia, apesar de a base titular do time campeão brasileiro em 2004 ter sido mantida, o preparo físico está bem abaixo do desejado. "Tivemos menos de uma semana de treinos antes da estréia. Por mais que os jogadores já se conheçam, a condição física está longe do ideal e será um grande problema". Mesmo lembrado de que o time da Lusa não tem entrosamento nenhum, já que foi montado há apenas duas semanas, Ricardinho preferiu não colocar o Santos como favorito. "Em início de temporada, tudo pode acontecer."O meia disse também que é muito difícil enfrentar um adversário totalmente desconhecido. "Conhecemos alguns jogadores que já atuaram em outros grandes times, mas nunca os vimos em ação pela Portuguesa". Ricardinho disse também que está ansioso para disputar e ganhar o Paulistão pelo Santos. "É um torneio que o clube não vence há 20 anos e, assim como a torcida, temos muito interesse em conquistá-lo", disse o meia, autor do gol que desclassificou o próprio Santos na semifinal do Paulistão de 2001, quando jogava pelo Corinthians.Já Elano garantiu que não sai do Santos agora. Admitiu que há clubes espanhóis interessados em seu futebol, como Betis e Atlético de Madrid. Mas jurou que ficará no Santos para jogar a Copa Libertadores. "Minha cabeça está toda voltada para o Santos. Depois, se tiver algo interessante para mim e para o Santos, voltamos a conversar".Com relação a Robinho, empresários do jogador permanecem na Espanha conversando com dirigentes do Real Madrid. Mas mesmo que a negociação se concretize agora - o que é bem provável -, o atacante também ficará no Santos até julho.Nesta segunda-feira o zagueiro Argel, que estava no Benfica, de Portugal, afirmou ter sido procurado por dirigentes do Santos antes de assinar contrato com o Racing Santander, da Espanha, no último final de semana. Argel jogou no Santos em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.