Ricardinho está próximo do Corinthians

A lista que Antônio Lopes deixou para o diretor da MSI, Paulo Angioni, tem uma prioridade: Ricardinho. Os contatos com o jogador estão adiantados. A diretoria corintiana soube que o meia fez uma pedida absurda aos santistas, demonstrando a sua vontade de voltar ao Parque São Jorge.O jogador só conversou com os dirigentes do Santos porque o clube praiano tem a prioridade sobre a sua renovação.?A pedida do Ricardinho foi alta. Pedida de quem não quer ficar?, reconheceu o vice-presidente santista Norberto Moreira da Silva.Ricardinho virou uma fixação para Antônio Lopes. O treinador ficou impressionado com o poder de liderança do jogador na Copa do Mundo do Japão, em 2002.Mesmo não sendo titular da Seleção, Ricardinho foi considerado ?peça fundamental? pelo então coordenador da Seleção para a conquista do penta. Além disso, Ricardinho, aos 29 anos, tem futebol e experiência que seriam muito úteis na disputa da Libertadores da América.Embora tenha saído do Corinthians em 2002, Ricardinho nunca cortou totalmente os laços com o clube do Parque São Jorge. Seu assessor de imprensa, Luciano Signorini, atende também à equipe corintiana. Ricardinho sabe em detalhes o que acontece no Corinthians. Sabe que não há nada que impeça o seu retorno. Ele saiu após a Copa de 2002 para jogar no São Paulo. Os motivos foram dois: a desgastante briga que teve com Marcelinho Carioca e a insuperável proposta do clube do Morumbi.Especialista em cultivar amizades, Ricardinho continuou amigo do presidente Alberto Dualib e até do vice-presidente Roque Citadini, que comandava o futebol quando ele trocou de clube. ?O Ricardo está saindo do Corinthians porque ele quer conhecer a sensação de perder. Ele se cansou de ganhar e foi para o São Paulo apanhar um pouco?, ironizou Citadini. O meia conquistou sete títulos no Parque São Jorge.A ?praga? do dirigente se concretizou. Ricardinho enfrentou um jejum de conquistas. Não ganhou nada no São Paulo. Nem o carinho dos companheiros de time, que às suas costas se referiam a ele como ?Trezentos?. O enciumado apelido se referia ao suposto salário do meia no Morumbi. Saiu em abril de 2004 prometendo que não jogaria em uma equipe brasileira naquele ano. Foi para o Middlesbrough, mas não conseguiu jogar na equipe inglesa. Voltou antes da hora para o Santos. Só conseguiu voltar a ser campeão dois anos depois de ter saído do Timão. Ganhou o Brasileiro, em 2004, com a equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo.O argentino Tevez fez questão de elogiar o meia. Disse que se pudesse votar na eleição do melhor jogador do Brasileiro escolheria Ricardinho sem pensar. Além de dar a sua opinião à imprensa, consultou Kia Joorabchian sobre a possibilidade de contratar o jogador. Lopes soube dessa conversa e aproveitou para colocar Ricardinho como prioridade. Sabe que a equipe só conta com Roger na função de meia-esquerda de ofício. O contrato de Ricardinho com o Santos termina no dia 31. O acerto com o Corinthians só pode ser anunciado um dia depois. E esse anúncio é mera questão de tempo.

Agencia Estado,

12 de dezembro de 2005 | 19h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.