Ricardinho teve um dia diferente

Ricardinho, com inflamação no joelho direito, ficou de fora da viagem para La Paz, onde o São Paulo enfrenta o The Strongest, quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Fábio Simplício, que ganharia descanso, será o substituto. Fabiano também não viaja. O lateral sente dores no pé esquerdo.A segunda-feira de Ricardinho foi diferente. As perguntas não foram sobre vaias da torcida ou mais uma atuação insegura. Elas falavam de sua presença em campo na vitória sobre o São Caetano, com passes precisos e lançamentos sempre visando o lado esquerdo do campo, para Kléber.As perguntas mudaram, mas as respostas foram as mesmas. Ricardinho voltou a citar o exemplo do tênis. "Quando se joga tênis é um cara só que vence ou que perde. No futebol, não. É um jogo coletivo, todos ganham ou todos perdem. Não concordo que tenha sido uma vitória minha em São Caetano. Foi uma vitória do São Paulo. E uma vitória muito importante?, afirmou o jogador.Só com muita insistência Ricardinho abriu mão do discurso decorado e aceitou o óbvio. "É mesmo muito melhor você sair de campo aplaudido do que vaiado. Dá mais confiança, faz com que o trabalho saia melhor. Só posso dizer que vou continuar trabalhando para conseguir um rendimento cada vez melhor", prometeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.