Ricardinho vai estrear no clássico

O meia Ricardinho será a principal novidade do Santos para o clássico deste domingo contra o Palmeiras, na Vila Belmiro. Ele treinou nesta sexta-feira em dois períodos, deu boa movimentação ao time e foi relacionado. O técnico Vanderlei Luxemburgo comentou que ainda não sabe se ele começará jogando ou entrará a durante a partida. "Vou decidir ainda qual a equipe que escalarei", disse o treinador. Ele ainda não de decidiu e pode até mesmo poupar alguns jogadores para a partida de quinta-feira contra o Once Caldas, que decide uma vaga na Libertadores.Mesmo com a crise no Parque Antártica, o treinador santista acha que esses fatores não contam num clássico. "O Palmeiras é um time grande e nada melhor do que um clássico para sair dessa situação. Temos que respeitar sempre esse adversário de tradição, mas precisamos também conquistar os três pontos", disse Luxemburgo.Ele acha que a saída do técnico Jair Picerni não vai ter reflexos na partida de domingo. "Não tem nada a ver, é uma rotina no futebol brasileiro. Essas mudanças acontecem sempre e a gente entende que faz parte de nossa cultura do futebol e não vai ter nenhuma importância dentro do jogo porque na hora em que se entra em campo num clássico tudo é superado".Luxemburgo confirmou que Ricardinho deverá atuar, mas ainda não sabe se começará jogando ou entrará durante a partida. Mais: pode poupar alguns de seus titulares pensando no jogo de quinta-feira contra o Once Caldas, em que sua equipe precisa vencer para passar á semifinal da Libertadores."No Brasileiro teremos mais 39 jogos e na Libertadores tem um jogo só para passar ou não". Assim, ele entende que há possibilidade de recuperação no campeonato nacional, até porque a competição está diferente do ano passado: "Este ano tem clubes pequenos e médios na frente, o que não aconteceu no ano passado". Para ele, "se tiver que correr algum risco, terá de ser no Brasileiro".DUPLA - O atacante Deivid vai jogar novamente ao lado de Ricardinho, como já havia acontecido no Corinthians. "Espero que o Ricardinho se adapte o mais rápido possível para repetirmos aqui o que fizemos no Corinthians", comentou. Ele mesmo está precisando se entrosar mais no time e seu rendimento tem ficado abaixo do esperado. Marcou apenas um gol, de pênalti, em sua estréia e teve fracas atuações nas outras três partidas.O centroavante admite que o Santos não está vivendo um bom momento, principalmente no Brasileiro. "Só nós podemos reverter essa situação. Temos um jogo difícil contra o Palmeiras e temos condições de vencer para que essa fase passe logo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.