Ricardinho vira herói no Palmeiras

O Palmeiras teve um herói em Pelotas no sábado. Foi o atacante Ricardinho, de 20 anos, que marcou dois gols, inclusive o da vitória sobre o Grêmio, aos 49 minutos do segundo tempo. Foi a quarta vitória consecutiva do Palmeiras que somou 68 pontos, três a mais do que São Paulo e São Caetano que completam na quarta-feira o jogo interrompido na 38ª rodada, pela morte do zagueiro Serginho. Ricardinho, de 20 anos, vem mostrando estrela. Em três jogos que começou como titular, o atacante fez três gols: um diante do Atlético-PR e dois sobre o Grëmio. Antes disso, havia entrado durante as partidas contra Santos, Juventude e Coritiba até ganhar a confiança do técnico Estevam Soares para ser o substituto de Osmar, contundido. Sobre Osmar, Ricardinho não economiza elogios: "Ele é um grande amigo, tem me ajudado muito. Quando eu entrei contra o Atlético-PR, ele me deu muitos conselhos. Estou torcendo muito pela sua recuperação porque ele é importante para o Palmeiras." Para ser o titular do Palmeiras na ausência de Osmar, Ricardinho derrotou jogadores como Renaldo, provavelmente a maior contratação do Palmeiras para o Brasileiro, Thiago Gentil, Kahê e Alex Afonso, todos mais experientes do que ele. Mas nada inibe o jovem atacante do Palmeiras, que deu a volta por cima em 2004. No ano passado, foi dispensado pelo São Paulo. Em janeiro, acertou sua ida ao Palmeiras-B, destacou-se na Copa Federação Paulista de Futebol e chamou a atenção de Estevam Soares. Sobre a vitória de sábado, Ricardinho opinou como veterano: "Ainda é cedo para pensarmos em título. Temos de nos preocupar com a próxima partida, que é contra o Paysandu. Sabíamos que o Grêmio ia ser um adversário difícil, o gramado estava ruim, mas era para os dois times, mas o importante é que conseguimos os três pontos." Contra o Paysandu, Estevam não poderá contar com o zagueiro Nen, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Gláuber seria uma opção, mas Estevam pode tentar uma formação mais ofensiva, colocando um meia no lugar de Nen, optando por um 4-3-3 ou 4-4-2. Estevam deve testar essas formações a partir de terça-feira. Amanhã, os jogadores estão de folga e só se reapresentam terça, às 9 horas, na Academia de Futebol. Elson e Osmar, contundidos, têm boas chances de serem liberados para a partida contra o Paysandu, sábado, no Parque Antártica.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2004 | 17h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.